Meninas (in)visíveis

Direção: Karla Suarez e Isabela Aleixo

Duração: 18′

Rio de Janeiro

2018

Como é ser mulher no DEGASE? Meninas Invisíveis traz um olhar sobre as vivências, experiências e visões das meninas que cumprem medida no sistema socioeducativo do Rio de Janeiro.

 

Em 2015 após inúmeros tentativas frustradas um projeto de lei que pretendia reduzir a maioridade penal no país chegou à votação no Congresso. Neste mesmo ano duas estudantes estavam no curso de Audiovisual da ESPOCC do Observatório de Favelas e envolvidas na campanha Amanhecer contra a redução. Em meio aos debates sobre o temas Isabela Aleixo percebeu que nada era falado em relação as menores que cumpriam medidas socioeducativas e surgiu o desejo de fazer um filme sobre a realidade delas, desejo esse compartilhado com Karla Suarez. Quase três anos após o nascimento do projeto Meninas Invisíveis, o filme fruto da insistência e da resistência chega aos cinemas no dia 8 de março, data mais que simbólica para o lançamento de um filme feito praticamente só por mulheres. Ouvimos em diversas fases e locais enquanto o mesmo era gestado e realizado a frase “Muita mulher junta dá problema”, concordamos, dá problema porque não se cala diante do machismo e das diversas opressões e juntas conseguem realizar algo que muitos disseram não ser possível.

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s