[360] Casa de Vitalino/Alto do Moura

[360] Casa de Vitalino/Alto do Moura

Direção: Glauco Fernandes Machado

Duração: 22′

Campina Grande – 2017

O filme interativo em 360 graus é o início do trabalho museológico de virtualização de espaços e detalhes na Casa de Vitalino, no Alto do Moura. Essa filmagem foi realizada durante o São João em Caruaru. São captações de um momento do clímax dos turistas no festejo. Os objetos filmados e os cenários constroem uma narrativa complexa acerca de Vitalino e sua família, bem como o seu modo de fazer sua arte figurativa. A Casa-Museu constitui-se de símbolos, sejam os personagens, seja a própria casa, sejam as memórias do próprio Vitalino ou de outros artesãos, sejam os objetos. O Mestre Vitalino viveu e trabalhou na comunidade do Alto do Moura e concebeu bonecos de barro como arte popular de cerâmica, reconhecidos como “símbolos Nordestinos”, na crescente busca histórica da expressão regionalista. Além disso, formou aprendizes da técnica com o barro e inspirou outros artistas.

A tecnologia da filmagem e da realidade virtual nos faz perceber o campo que pesquisamos, auxiliando as nossas pesquisas. A proposta da pesquisa é relatar e fazer um paralelo com o tema da cibercultura, da realidade virtual e do vídeo que filma em 360 como método antropológico de análise de dados. Percebendo objetos e ações por meio das imagens numa percepção espacial e dentro de uma experiência de um passado filmado. Essa produção de registros de caráter etnográfico contempla aspectos minuciosos de percepção dos bens de natureza material, imaterial e culturalmente relevantes. Nesse tipo de filme interativo, pode-se utilizar o mouse como aparelho de entrada de comunicação com a interface e os códigos na rede de computadores, controlando com o cursor o direcionamento da visão que se queira assistir no enquadramento do filme. Existe outra maneira de visualizar o vídeo que é através da interação com o celular, dispensando o uso de computador de mesa, movimentando-o como forma de dar o comando da direção que você queira ver na filmagem da câmera em 360 graus. Do mesmo modo, com o dedo da mão pode-se interagir com o display do celular, mudando o que está observando no aparelho. Outra forma é através de óculos de realidade virtual para conseguirmos uma imersão na imagem fílmica, estabelecendo uma outra forma de análise e experiência com a imagem.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s