Operários do Barão

Operários do Barão

Direção: Eduardo Donato

Duração: 38′

João Pessoa – 2019

A memória das lutas e das condições de existência dos trabalhadores de Rio Tinto (PB), contadas através das histórias de vida dos moradores da Rua do Barão, uma das mais antigas da Vila Operária local.

Através do exercício de uma antropologia visual e dialógica com um grupo de operários aposentados de Rio Tinto, PB, moradores da rua Barão do Triunfo, esta pesquisa visa elucidar aspectos relativos aos processos de constituição e preservação da memória do trabalhador, bem como as particularidades desse caso de exploração da mão de obra na região. Exemplo de sistema de dominação promovido por autarquia, marcado por um forte controle do cotidiano operário, o núcleo fabril de Rio Tinto revela especificidades em sua constituição que podem ser melhor descritas e esclarecidas pela investigação da memória do proletariado local. Além da compreensão de particularidades da existência operária em Rio Tinto, tal qual apreendida e descrita pelos protagonistas desta história, a pesquisa tem também o objetivo de ampliar o conhecimento sobre metodologias que podem contribuir com o estudo de temas similares. Dissertação de mestrado defendida em agosto de 2017 no Programa de Pós-Graduação em Antropologia da UFPB.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s